Filme: Divertidamente

 
 
 
Você já assistiu esse filme?
Com frequência indico ele nas sessões iniciais do processo terapêutico. Trata-se de um desenho animado lançado em 2015, chamado Divertidamente, que considera aspectos mentais e físicos importantes: retrata o funcionamento do nosso sistema límbico, responsável pela regulação e inteligência emocional e participa do desenvolvimento cognitivo e arquivo de memórias.
O filme consegue apresentar algo muito valioso para todo processo terapêutico:
A abordagem pós moderna do self, ou seja, a mente habitada por várias emoções, às quais podemos comparar e nomear como próprios personagens. É através deles que são desencadeados comportamentos, sensações, experiências, valores e decisões de vida.  Assim, é possível facilitar o entendimento do funcionamento emocional, e principalmente potencializar o papel de protagonista que você têm nos seus processos de vida.
Conhecer os personagens internos é um trabalho intenso e desafiante. Já acompanhei muitos processos de descobertas e insights incríveis nessa perspectiva dialógica de self. Muitas vezes, é através desse autoconhecimento que as pessoas conseguem empoderar-se e dar equilíbrio emocional para contextos confusos, complexos e desestimulantes.
Após ver o filme, reflita e se questione: Quais personagens estão atuando hoje na minha história? Diante daqueles contextos mais difíceis, quem é o personagem principal? Quando estou ansioso, depressivo, irritado quem está comandando a minha mente? Quem vou recrutar para ser o comandante dessa mudança que tanto desejo na minha história?